Sáb, 03 Dezembro, 2022  |

ETAR de Paço de Sousa atinge novo recorde de autossuficiência energética

A ETAR de Paço de Sousa atingiu, no passado mês de setembro, um novo recorde de autossuficiência energética com uma média mensal de 89,50% que lhe permitiu, durante vários dias, obter um custo energético negativo e uma redução significativa do custo global energético ao tratar um caudal médio de 8.000 m3/d de águas residuais provenientes dos municípios de Lousada, Paredes e Penafiel.

 

Após o arranque do sistema de desumidificação e purificação do biogás, em Junho de 2021, e com a conclusão da reparação do cogerador foi possivel atingir uma autossuficiência média mensal de cerca de 80% na ETAR de Paço de Sousa, tendo-se atingido um máximo no passado mês de setembro de 89,50%.

Trata-se de uma das maiores infraestruturas de tratamento de águas residuais da SIMDOURO e por consequência uma grande consumidora de energia elétrica, que produz nas próprias instalações energia suficiente para as suas necessidades, com recurso ao biogás produzido na ETAR, contribuindo para a criação de valor e da sustentabilidade ambiental ao reduzir a sua pegada carbónica.

A ETAR de Paço de Sousa, localizada no concelho de Penafiel, foi alvo da implementação de um projeto inovador de co-digestão das lamas geradas na ETAR com um efluente industrial de produção de biodiesel.

A SIMDOURO utiliza as etapas de digestão anaeróbia para fazer co-digestão dos efluentes industriais ricos em matéria orgânica, conseguindo aproveitar a capacidade instalada da digestão anaeróbia e produção de energia, as capacidades técnicas das equipas de exploração, beneficiando desta forma de uma forte redução dos custos de operação.

 

 

Ao utilizar o biogás produzido no processo de tratamento, esta ETAR constitui um exemplo notável de sinergia industrial e de criação de valor na economia circular, que contribui para redução da pegada de carbono, representando um marco na diminuição da dependência energética do nosso País.

Salienta-se que o Projeto de Autossuficiência da ETAR de Paço de Sousa, foi alvo da atribuição de uma distinção denominada “SInergia – Criação de Valor na Economia Circular”, em 2019, que reconheceu o contributo do mesmo no que se refere à inovação no processo de co-digestão com vista à autossuficiência energética, na criação de valor, na redução da pegada carbónica e na consequente promoção da Economia Circular.

Os valores apresentados podem ser consultados diretamente no website da SIMDOURO, onde diariamente são publicados os dados relativos à autossuficiência das ETAR da SIMDOURO que têm digestão anaeróbia e consequentemente produção de biogás, nomeadamente, na ETAR de Gaia Litoral e na ETAR de Paço de Sousa.